27-30 septiembre 2016
AECID - Centro de formación, Centro Cultural de España y Cooperativa Bancaria
America/Montevideo timezone
Inicio > Timetable > Session details > Contribution details

Contribution Poster

Centro de Formación - Atrio
Eje II: Prácticas y resultados de proyectos de investigación interdisciplinarios

A produção ceramista de Coqueiro: atividade de pesquisa e extensão

Oradores

  • Dr. Lúcia Maria Aquino QUEIROZ

Autores principales

Resumen de contenido

Fruto de trabalho realizado pelo grupo de pesquisa e extensão em Desenvolvimento, Políticas Culturais, Turismo e Cultura da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, esta experiência de interdisciplinaridade compreendeu uma pesquisa, aliada a uma atividade extensionista, realizada no distrito de Coqueiros, município de Maragogipe, Bahia. Nesse distrito, a produção de cerâmica é a principal atividade econômica, realizada, principalmente, por mulheres, chefes de famílias, com baixa renda, vivendo em condições objetivas de vida precárias. Estas mulheres produzem diariamente utensílios de cerâmica que são representações do Patrimônio Imaterial da Bahia. Ainda que considerada como patrimônio cultural, a produção de cerâmica de Coqueiros requer o apoio efetivo dos poderes públicos, para que seja preservada e para que possibilite melhoria da qualidade de vida aos ceramistas, e quiçá possa vir a contribuir com o alcance do desenvolvimento local. Faz-se necessário divulgar essa produção, fornecer um suporte às organizações locais, atuar como interlocutor entre os artesãos e os organismos de financiamento, proporcionar infraestrutura para os habitantes dessas comunidades — transporte, equipamentos de lazer, saneamento, atendimento médico, serviços educacionais de qualidade, dentre outros — e para recepção aos visitantes, possibilitando o incremento do fluxo de turistas, consumidores que adquirem as mercadorias por um valor mais elevado do que o praticado pelos atravessadores. Sem um suporte, esta tradição, e, sobretudo, a cerâmica de Coqueiros, confeccionada por um grupo vulnerável, corre sérios riscos de desaparecimento. Há o desinteresse dos jovens, o interesse dos idosos em afastar os seus filhos do artesanato e em lhes proporcionar acesso a atividades econômicas mais rentáveis. Há uma valorização externa dessas produções e um restrito reconhecimento nos municípios que as abrigam, haja vista o pouco interesse das municipalidades. Torna-se preciso que, juntamente aos organismos que já apoiam a atividade, outras instâncias públicas, necessariamente, mas não exclusivamente, de suporte à produção, à cultura e ao turismo, passem a atuar efetivamente em prol deste valioso patrimônio cultural. Caso contrário, esta tradição poderá não sobreviver ao intenso descaso e a mais ampla omissão. Este estudo se propõe a analisar as questões que perpassam a atividade artesanal deste distrito, buscando enfocar aspectos relativos ao patrimônio, à intergeracionalidade, ao trabalho, à forma de organização da produção e à economia que o envolve. Para uma melhor compreensão da dinâmica do processo de produção das cerâmicas de Coqueiros foram realizadas entrevistas e pesquisa direta com os ceramistas. Objetiva ainda analisar ações interdisciplinares de educação patrimonial, cidadania e turismo desenvolvidas pelo Grupo de Políticas Sociais e Desenvolvimento da UFRB junto aos estudantes do Colégio Nossa Senhora da Conceição, em Coqueiros, visando à preservação da memória, inclusão produtiva e acesso a informações relativas aos direitos sociais e políticas públicas, abordando as temáticas de Educação patrimonial, Cidadania e Turismo.

Palabras clave

Atividade de pesquisa e extensão, cultura, desenvolvimento