27-30 septiembre 2016
AECID - Centro de formación, Centro Cultural de España y Cooperativa Bancaria
America/Montevideo timezone
Inicio > Timetable > Session details > Contribution details

Contribution Presentación oral

Eje V: Transdisciplina y co-producción de conocimiento

Arte Contemporânea e Transdisciplinaridade: Experiências com Pesquisa e Intervenção em Pós-Graduação

Oradores

  • Dr. Deisimer GORCZEVSKI

Autores principales

Resumen de contenido

O estudo da arte contemporânea implica pensar os processos de criação e produção de conhecimento na perspectiva interdisciplinar e transdisciplinar, em especial, por colocar questões transversais, temas que cruzam distintas áreas problemáticas, questões estéticas, cognitivas, éticas e poéticas. As experiências na Pós-Graduação em Artes, no Brasil, iniciaram entre os anos70 e 80, nas regiões sudeste e sul, sendo formados programas específicos de música, artes cênicas e artes visuais. Ao consideramos a complexidade das transformações nos modos de conhecer e se relacionar com a arte na contemporaneidade, visualizamos desafios desde questões como o rompimento com as linguagens clássicas e a emergente hibridização de gêneros, na perspectiva da arte como pensamento e processos de criação transdisciplinares. Neste contexto, a Universidade Federal do Ceará criou o Programa de Pós-Graduação em Artes, em 2012, amparado no Instituto de Cultura e Arte (ICA). O Instituto reúne nove cursos de graduação (Cinema e Audiovisual, Dança, Educação Musical, Design de Moda, Filosofia, Gastronomia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Teatro) e três cursos de pós-graduação (Filosofia, Artes e Comunicação Social). O Projeto Político-Pedagógico do ICA propõem “incorporar em suas ações princípios intra e extracurriculares capazes de favorecer um espaço acadêmico propositivo, aberto ao exercício da multirreferencialidade, comprometido com a promocão da interdisciplinaridade e da transdisciplinaridade, ao integrar de modo inovador os campos do saber e favorecer novas vivências entre indivíduo/arte/cultura/ tecnologia”. No ICA, o Mestrado em Artes tem como objetivo constituir um espaço de pesquisa, experimentação e pensamento em artes, de forma consistente e coerente com a complexidade do contexto sócio-histórico atual, visando incentivar a reflexão acerca das mudanças vigentes nos modos de entendimento e relação com a arte contemporânea. Nas premissas conceituais que orientam a proposta do Mestrado em Artes o dialogo com a proposta do Instituto de Cultura e Arte é afirmado ao propor uma formação transdisciplinar, consolidando as artes como campo de conhecimento específico em conformidade com a ciência do novo milênio, compreendendo que: -Diante da complexidade do fazer artístico contemporâneo e para a formulação de pensamento acerca das relações entre pesquisa e arte, teoria e prática, universidade e mundo, o estudo da arte deve se dar de forma interdisciplinar, visando a transdisciplinaridade na formação do artista e pesquisador em artes; - A arte possui seus modos próprios de constituir a pertinência de suas pesquisas, que dizem respeito não somente ao desenho de outros objetos de conhecimento mas, principalmente, de outros modos de conhecer; - A força política, afetiva e epistemológica da invenção artística na contemporaneidade consolida-se para além das dicotomias que tradicionalmente balizavam o pensamento das artes, das ciências e da filosofia no ocidente. Propõe assim, um espaço de pesquisa, criação e invenção que parta de um pensamento transdisciplinar da arte e não de uma divisão de gêneros artísticos, destacando a multiplicidade contemporânea de poéticas e de pensamento na arte. Neste estudo, procuro entender o campo das artes e seus territórios sensíveis, desdobrando-o a seus extremos, fazendo ver como parte constituinte dele outras palavras-conceitos: desterritorialização, complexidade, interdisciplinar e transdisciplinar e, em especial, “indisciplinar” considerando alguns estudos realizados nos ultimos anos. Pensar questões relacionadas a metodologia de pesquisa em artes, em especial, pensar acerca das especificidades da arte contemporânea, de como ela nos solicita protocolos distintos de pesquisa, de pensamento, de visão e de invenção de mundo(s) é um dos desafios que venho problematizando, nas pesquisas e intervenções realizadas no PPGArtes, bem como na disciplina de Seminário de Pequisa em Artes, que coordeno, desde a criação do Mestrado.

Palabras clave

Arte Contemporânea; Programa de Pós-Graduação em Artes; Transdisciplinar;